terça-feira, 6 de abril de 2010

Chucha


No outro dia, numa conversa entre amigas, uma defendia que o uso da chucha em crianças iria provocar, mais tarde, a dependência da comida na idade adulta. De facto, quando as crianças usam chucha, quando choram ou não se sentem bem, procuram o conforto da chucha, como eu faço com a comida.

Eu usei chucha até aos seis anos (às escondidas, porque era uma vergonha).

Será que existe alguma verdade nisto?

8 comentários:

Aleinad disse...

se calhar até ha mesmo uma ligação... quem sabe??

bjs

Branquinha disse...

Eu tenho uma prima que usou até aos 10 e dp ficou com o vício de colocar o dedo na boca. Custou imenso ela deixar isso!!

***

Cris disse...

Ao ler o teu Post ... pensei, será que sou eu quem escreveu isto????


hahahhha... linda eu adorava chupeta, e só dessas que apresentas na foto, e chuchei até aos 6 anos ... idade em que entrei para a escola e já tinha vergonha.

Beijokas (existem coincidencias muito giras mesmo)

Erase Pounds disse...

Não acredito...mas nada como um estudo científico que prove isso e eu mudo logo de ideias. Dizem o mesmo em relação ao cigarro, que funciona como um substituto da chucha. Teorias! O que importa não é porque somos assim comilonas, o que importa é como lidamos com isso e vamos deixar de o ser. Beijinhos e boa semana

LGG disse...

Será que se confirma a teoria?
Eu sou comidó-dependente :), mas larguei a chucha cedo...

Liliane Albino disse...

Será?Tenho minhas dúvidas!!!!Beijão se cuida!!!

me... disse...

Oi amiga, olha não acredito nisso...eu detestava chucha e procuro frequentemente conforto na comida...as minhas crianças não parecem procurar o conforto na comida mesmo quando esta está ao seu alcance e, só eu sei, como é dificil para algumas largarem a chucha! Não me parece que haja ligação mas já não digo nada, agora existem desculpas para tudo! beijinhos

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Em minha opinião a resposta é não.

A comida pode funcionar como recompensa ou como castigo, e isso sim, acredito que feito na infância, tipo: "portas-te bem dou-te um doce", "portas-te mal, não comes o gelado, e o jantar é sopa! - como se fosse um castigo, e esse tipo de coisas sim, tornam-nos adultos dependentes da comida de forma emocional...

ana