quarta-feira, 10 de março de 2010

Um dia de muitas emoções

Estou estoirada. Estou a morrer de sono mas precisava de pôr o menu (se não amanhã já não me lembrava) e contar o meu dia rapidinho.
Antes de mais nada obrigada a todas pelas vossas sugestões. Este fim de semana tenho mesmo que comprar calças, já nem sei o que pareço.

Sem querer entrar em muitos pormenores, na segunda feira, um aluno meu, durante o recreio, fez uma coisa terrível a outro, sujeitando-o a uma imensa humilhação. Participei superiormente. Hoje (para mim ainda é terça), muito a medo, outros alunos contaram-me uma série de humilhações que têm vindo a sofrer, da parte desse mesmo aluno, já há algum tempo. Voltei a participar superiormente.
O que mais me chocou em tudo isto, para além de saber o que crianças de 8 anos são capazes de fazer uma às outras, foi ter-me apercebido que os pais dos miúdos que sofreram agressões não tinham conhecimento das mesmas. Só souberam porque eu lhes contei.
Eu não trabalho numa escola complicada, não trabalho com crianças desfavorecidas, trabalho com meninos informados e bem acompanhados pelos pais. Muito frequentemente falo com eles sobre a necessidade de não esconder nada dos pais, até porque muitos deles têm o seu próprio computador, com acesso à internet e aparentemente, pensei eu, sabiam que há muitos perigos escondidos, quer no computador, quer na vida real. Uma pessoa que aparentemente é um amigo pode não ser. Se não contam o que se passa, só estão a dar mais força ao agressor. Se alguém lhes diz que não podem contar aos pais, é motivo suficiente para o fazerem imediatamente. Isto tudo é discutido frequentemente e cada um deles é capaz de ter este discurso. Mas hoje eu tomei consciência de que quando isto lhes aconteceu, não contaram a ninguém, alguns por medo, outros por vergonha. Fiquei aterrorizada. Como professora e como mãe.
Será que se os meus filhos passarem por uma situação destas também vão ter medo ou vergonha de contar?

Mudando de assunto. Hoje tive a consulta dos dois meses. Se me esquecer da hora que estive à espera, correu lindamente. A balança do consultório marcava menos 10kg. Estou de parabéns. Volto lá daqui a 3 meses.

Menu de 3ª feira:
PA - leite com cereais
MM - maçã e bolacha
A - frango cozido com alface e iogurte
L1 - 2 bolachas
L2 - maçã e bolacha
J - leite com cereais
C - leite

Hoje não houve chá e o exercício foi uma caminhada ao SOL. Nem abdominais, nem flexões, nem pesos.

E depois de organizar o trabalho já são estas lindas horas. Vou dormir. Amanhã visito-vos.
Beijinhos para todas e um grande alerta para quem tem filhos.

8 comentários:

Su disse...

Infelizmente é bem verdade e eu este ano também já me confrontei com um problema semelhante, não de agressão mas de videos pornográficos numa escola primária. Estamos num mundo complicado e o que nos safa é realmente se os alunos/filhos nos contarem as coisas. A professora do meu filho também não sabia de nada pois os outros não tinham contado aos pais.
beijocas e não desanimes.

SRA disse...

Só te digo isto, no melhor pano cai a nodoa. Fizeste muito bem em participar essas situações...Parabens

Lilith disse...

:) sem dúvida que 10 kg em 2 meses é mais do que uma razão para estares de parabéns: deve ser um motivo de orgulho e de motivação!

pois, suponho que há muito no mundo das crinças que só agora começamos a descobrir e com acontecimentos trágicos, infelizmente. Está a acontecer em portugal uma realidade que se pensava ser dos estados unidos apenas... a tua tarefa é essa, apoiar e educar para que todos saibam a importância que tÊm.

beijos :) boa sorte

Liliane Albino disse...

Também me preocupo muito com essas coisas na escola.Converso muito com meus filhos,mas não sabemos qual vai ser a reação deles diante de certas situações.
Parabéns pela grande vitória em relação a sua perda de peso.Beijos!!!

Carla disse...

Antes de mais muitos parabéns pelo peso.
Quanto ao que se está a passar com os miudos... realmente não sei que diga!!
Acho que no que toca a minha filha ela se estivesse a ser vitima de agressão contava-me!!
Bjinhos
Até mais ler

Erase Pounds disse...

Fico chocada com o que descreves. Não sou mãe ainda, mas tenho uma sobrinha de 7 anos e está precisamente a começar a trabalhar com o Magalhães, com as maldades de outros meninos na escola, enfim. Nunca estamos descansados. Parabéns pelos menos 10 Kg! A nutricionista deve ter fica muito orgulhosa de ti. Quando lá voltares começas a manutenção! Beijinhos

mllissa disse...

Realmente é preocupante...eu ando sempre em cima do meu, mas sei que não podemos estar sempre presentes e por mais que se faça ninguem está livre...resta-nos estar atentas.

Miss Betterme disse...

Também já me interroguei acerca disso. Não em relação ao meu filho, porque ele ainda é bebé, mas por exemplo, acerca da minha afilhada que tem agora 11 anos.
Até que ponto estão as nossas crianças protegidas? Até que ponto elas confiam em nós e partilham connosco os seus problemas? Confesso que é um bocadinho assustador.
E um aviso: muito cuidado em deixar os vossos filhos usar a net sem supervisão. Esperem até eles terem consciência dos perigos que andam por aí!